Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Consumo de carne diminui no País; indústria quer ajuda do governo para evitar alta no preço

Por Agência Rádio 2 – 25/05/2021

 

Alta no custo da carne bovina faz o consumo chegar ao menor nível dos últimos 25 anos.

Os preços dispararam no mercado interno e no Rio de Janeiro, por exemplo, os consumidores têm trocado a carne vermelha pelo ovo.

Dados da associação que representa os supermercados fluminenses mostram que a venda de ovos aumentou 22 por cento nos últimos 60 dias.

De acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento, a Conab, nos primeiros quatro meses de 2021 o consumo de carne bovina por brasileiro caiu mais de quatro por cento sobre o mesmo período de 2020.

No ano, a previsão é que o consumo alcance 26 quilos e 400 gramas por pessoa, quase 14 por cento a menos que em 2019.

As indústrias de carne bovina e de frango alertam que o preço pode subir ainda mais com o repasse do aumento de matérias-primas, como soja e milho.

A preocupação se estende para os suínos, que também tiveram alta nos custos de produção nos últimos meses.

Para evitar que o quadro se agrave, a Associação Brasileira de Proteína Animal quer o apoio do governo.

A entidade pede a redução de tributos e a implementação de medidas que possibilitem importar insumos em igualdade de competição com o mercado internacional.

Somente a avicultura e a sinocultura respondem por quatro milhões de empregos diretos e indiretos no País, reforça a associação.

Colabore com a Rádio Diocesana, seja um Amigo da Rádio. Entre em contato no fone (16) 3362-4485 ou pelas nossas Redes Sociais.