Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Confira o que funciona na fase vermelha em todo o estado de São Paulo

Por Agência Rádio 2 – 05/03/2021

 

Apenas serviços essenciais podem funcionar em todas as cidades do estado de São Paulo a partir de zero hora deste sábado (6 de março).

A fase vermelha da quarentena vale por 14 dias, até a sexta-feira, dia 19.

Até lá, apenas mercados, postos de combustíveis, açougues, serviços de saúde, e restaurantes que fazem entregas podem funcionar.

Padarias e feiras livres também estão liberadas.

Construção civil e indústrias permanecem em atividade.

Escolas podem ficar abertas mas a presença não é obrigatória.

Devem ser priorizados alunos vulneráveis, sem acesso à internet, com necessidade de alimentação ou filhos de pais que trabalham em serviços essenciais, até o limite de 35 POR CENTO da capacidade.

Cultos em igrejas estão permitidos com apenas 30 POR CENTO da capacidade do local e com medidas sanitárias, como uso de máscara e distanciamento.

Praias paulistas também poderão receber visitantes com regras definidas pelas prefeituras para caminhada e banho de mar individual.

Tudo o que não é considerado serviço essencial não pode abrir ao público.

É o caso de salões de beleza, shoppings, comércio de rua, bares e academias.

Parques, cinemas, teatros, museus e casas de show devem permanecer fechados.

A medida adotada pelo governo de São Paulo é um esforço para reduzir o número de contaminações pelo novo coronavírus e evitar a falência dos serviços de saúde já quase saturados na maior parte das cidades.

O estado atingiu nesta semana, o patamar mais alto de internações em Unidades de Terapia Intensiva com 7 MIL 415 casos graves de Covid-19.

Na capital, uma fila de 230 pacientes, na quarta-feira, aguardava uma vaga de UTI em hospitais públicos municipais e estaduais.

Outros 220 com sintomas menos graves também estavam à espera de leitos de internação em enfermarias.

Na mesma semana que a prefeitura abriu 100 novos leitos e prevê outras 100 vagas de internação, houve uma explosão de casos.

Além da restrição severa ao funcionamento de estabelecimentos comerciais e serviços não essenciais, a cidade de São Paulo deve respeitar um toque de restrição da circulação, que começa às OITO DA NOITE e termina às CINCO DA MANHÃ do dia seguinte.

A alternativa foi adotada para evitar aglomerações, festas e reuniões de pessoas fora do horário de trabalho para conter a disseminação do vírus.