Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Cônego Tombolato será sepultado no Santuário Nossa Senhora Aparecida da Babilônia

Por Padre Rubens Jr. – Assessoria de Comunicação da Diocese de São Carlos – 30/04/2021

 

Religioso receberia a segunda dose da vacina da Fiocruz na próxima semana

Falecido às 15h35 da última quarta-feira, 29, Cônego Antonio Tombolato dedicou grande parte sua vida e seu ministério presbiteral a Paróquia Santa Izabel e, de modo especial, ao Santuário Nossa Senhora Aparecida da Babilônia.

O cortejo fúnebre irá sair às 16 horas do Grupo Sinsef percorrendo as seguintes vias:
-Rua Salgado Filho;
-Avenida São Carlos;
-Rua Episcopal;
-Av. São Carlos;
-Av. Getúlio Vargas, rumo ao Santuário Nossa Senhora Aparecida da Babilônia.

Cônego Tombolato será sepultado no Santuário Nossa Senhora Aparecida da Babilônia às 17h.

A Diocese de São Carlos, na pessoa de seu Administrador Diocesano, Dom Eduardo Malaspina, agradece imensamente a todos que se uniram em orações pelo descanso eterno do Cônego Tombolato, e de forma especial agradece todo trabalho e dedicação do grupo Sinsef.

 

A História do sacerdote junto ao Santuário da Babilônia

Constantemente o Cônego, além de manifestar sua “saudade do céu”, Pe. Tombolato declarava em público e aos amigos o desejo ardente de ser sepultado nas escadarias do Santuário como gesto de gratidão e de reafirmar que ele continuará a ser um servo da Bem Aventurada Virgem Maria.

Recentemente, em conversa com o Pe. Everton Luchesi, Cônego Tombolato revelou que desejava em seu coração que os romeiros de Nossa Senhora passassem e até “pisassem” sobre o local da sua sepultura para poderem chegar à Mãe.

Assim, consequentemente, Padre Tombolato continuará a anunciar Cristo Jesus, o Salvador.

A história do Padre Tombolato com o Santuário tem origem na criação da Paróquia Santa Izabel, da qual foi o primeiro pároco. Enviado para a periferia da época, Padre Tombolato recebeu a missão de conduzir a caminhada da paróquia e do santuário por conta das ações sociais que ele motivava e realizava na cidade de São Carlos.

Padre Tombolato resgatou a história da devoção à Nossa Senhora Aparecida surgida intacta em uma árvore após um incêndio destruidor no bairro rural da Babilônia há cerca de 150 anos.

Com o incentivo do Pe. Tombolato, a pequena igreja rural, hoje Santuário Diocesano, passou a receber inúmeros romeiros e fiéis de toda a região. A tradicional festa do dia 15 de agosto também foi estruturada pelo religioso que buscava em muitas de suas ações arrecadar recursos para a manutenção da Creche da Divina Providência, instituição fundada por ele e cuidada pelas irmãs Franciscanas Estigmatinas.

Além de seu legado social, Pe. Tombolato deixa para a sociedade são-carlense um grande tesouro espiritual, sobretudo no que diz respeito ao Santuário Nossa Senhora Aparecida da Babilônia, com todo seu sentido catequético, fundamentando a devoção popular na Sagrada Escritura.

Pe. Tombolato foi um grande incentivador da devoção à Virgem Maria, motivando os fiéis a sempre recorrerem à intercessão da Mãe de Jesus. Muitos são os testemunhos de milagres alcançados pela intercessão de Nossa Senhora e motivados pelo Pe. Tombolato, além das inesquecíveis orações, bênçãos e exorcismos realizados por ele e que permanecerão na lembrança de todos.

Confira como foi a Celebração de Exéquias: