Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Conab prevê redução de 62 milhões de toneladas na colheita da cana

Por Agência Rádio 2 – 23/08/2021

 

Seca e geadas afetam a produtividade da cana-de-açúcar e o Brasil deverá colher a menor safra dos últimos dez anos.

O último levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento, a Conab, prevê que a safra 2021/20212  deverá chegar a 592 milhões de toneladas.

A última vez que a colheita caiu para este patamar foi na safra 2011/2012, com o volume de 561 milhões de toneladas.

Se o resultado for confirmado, a queda será de nove e meio por cento em relação à safra 2020/2021, com cerca de 62 milhões de toneladas a menos.

Os estados que tiveram as lavouras de cana mais afetadas pelos efeitos climáticos foram Mato Grosso do Sul e São Paulo.

E, de acordo com a Conab, a seca e as geadas podem afetar canaviais em desenvolvimento e crescimento e prejudicar a safra 2022/2023.