Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Comorbidade precisa ser comprovada para que a vacina seja liberada

Por Agência Rádio 2 – 12/05/2021

 

Brasileiros que possuem comorbidades devem receber a vacina contra a Covid-19 na segunda etapa do Programa Nacional de Imunizações.

Na etapa em andamento, o imunizante está disponível para os doentes renais, a partir dos 18 anos, que fazem tratamento por diálise.

Mas alguns municípios já começaram a aplicar a proteção contra o coronavírus em pessoas com outras comorbidades.

A lista inclui 22 doenças, como hipertensão arterial resistente, insuficiência cardíaca, diabetes, cirrose hepática, obesidade mórbida, entre outras.

Mas para receber a vacina é necessário comprovar a comorbidade por meio de exames, receitas, prescrição médica ou relatório médico.

É possível agilizar o processo com o pré-cadastro no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações ou em alguma unidade do SUS.