Com o crescimento dos casos de Covid-19 no hemisfério Norte, pesquisadores britânicos percebem mudança nos sintomas da doença

Da Redação – 01/11/2022

 

Com o crescimento dos casos de Covid-19 no hemisfério Norte, pesquisadores britânicos percebem mudança nos sintomas da doença. E alguns dos fatores que explicam as diferenças nos relatos dos infectados são a circulação de variantes distintas e a cobertura vacinal.

As informações foram recebidas por meio de um aplicativo que monitora milhões de pessoas no Reino Unido, desde o início da pandemia. A pesquisa mostra que os infectados que foram totalmente vacinados relatam dor de garganta, nariz entupido, tosse persistente e dor de cabeça, entre os sintomas mais comuns.

Já os britânicos que tomaram apenas uma dose da vacina contra o coronavírus apresentam um quadro a mais, o de espirros. Entre os não vacinados, que adquiriram a infecção recentemente, a manifestação adicional, é de febre. Os pesquisadores verificaram que falta de ar e perda de olfato não estão mais entre os cinco sintomas mais citados, como ocorria no início da pandemia.