Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Brasil figura entre os últimos países em ranking de competitividade

Por Agência Rádio 2 – 31/08/2021

 

Um estudo de proporções globais divulgou, recentemente, que o Brasil está em uma das últimas colocações quando o assunto é competitividade. 

O nosso país ficou na posição de número 57 em uma lista de 64 nações analisadas na última edição do Anuário de Competitividade Mundial feito pelo IMD World Competitiveness Center, cujos resultados foram divulgados há poucas semanas.  

A educação é um dos eixos considerado na pesquisa. E, nesse quesito, o Brasil ficou na posição 64, a ou seja, foi o pior de todos os países analisados.  

Uma das explicações para isso foi o mau desempenho no que diz respeito aos gastos públicos totais em educação.  

Para o empreendedor da área da educação Arthur Machado, no entanto, o problema da Educação Brasileira não é a quantidade do investimento, mas a qualidade.

Considerando o Produto Interno Bruno, os investimentos do Brasil em educação não são pequenos.  

Nosso país investe mais do que a média dos países da OCDE, a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico, que reúne as economias mais avançadas do mundo, como Alemanha, Estados Unidos, França, Portugal e Reino Unido, entre outros.  

Em 2020, o Brasil investiu aproximadamente 5,6% do PIB na área de Educação, uma porcentagem acima da média de 4,4% das nações da OCDE.