Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Bolsonaro veta nova prorrogação do prazo para entrega do IR, que termina em 31 de maio

Por Agência Rádio 2 – 06/05/2021

 

O prazo de entrega de declaração do Imposto de Renda não será adiado para 31 de julho.

O presidente Jair Bolsonaro vetou a mudança, que havia sido aprovada pelo Congresso Nacional e dependia da sanção dele para entrar em vigor.

Bolsonaro seguiu uma recomendação da equipe econômica do governo.

Nesta quarta, o Ministério da Economia recomendou ao chefe do Executivo que vetasse a nova prorrogação.

Em nota, a pasta argumentou que o adiamento do prazo para o fim de julho “teria impacto na arrecadação da União, estados e municípios e poderia impedir pagamento de importantes programas sociais para o enfrentamento do efeito da pandemia”.

Vale lembrar que o prazo inicial, que acabaria em 30 de abril, já foi estendido pela Receita Federal e os contribuintes têm até 31 de maio para acertar as contas com o Leão.

Este ano, a Receita espera receber, dentro do prazo, 32 milhões e 600 mil documentos.

De acordo com balanço divulgado na manhã desta quarta-feira, pouco mais de 17 milhões e 700 mil contribuintes já enviaram a declaração.