Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Bolsonaro diz que agiu ‘no calor do momento’ e não teve intenção de agredir os Poderes

Por Agência Rádio 2 – 10/09/2021

 

Presidente Bolsonaro afirmou, na quinta-feira, que não teve intenção de agredir os Poderes.

Em ‘Declaração à Nação’, o chefe do Planalto elencou 10 pontos em que faz uma retratação ao discurso ofensivo dirigido ao Supremo Tribunal Federal (STF) durante atos políticos no feriado de 7 de setembro.

O texto começa com a frase: Não tive nenhuma intenção de agredir quaisquer dos Poderes. A harmonia entre eles não é vontade minha, mas determinação constitucional que todos devem respeitar.

E segue: Sei que boa parte dessas divergências decorrem de conflitos de entendimentos acerca das decisões adotadas pelo ministro Alexandre de Moraes, no âmbito do inquérito das fake news.

Bolsonaro afirmou que suas palavras, por vezes contundentes, decorreram do calor do momento e dos embates que sempre visaram o bem comum.

Falou das qualidades de Alexandre de Moraes como jurista e professor e destacou que as divergências com o ministro serão resolvidas por medidas judiciais embasadas na Constituição.

Depois, destacou que democracia é Executivo, Legislativo e Judiciário trabalhando juntos em favor do povo.

E agradeceu às pessoas com quem alinha princípios e valores.

A ideia do que já é chamado ‘manifesto de pacificação’ foi do antecessor de Bolsonaro, Michel Temer (MDB).

Segundo informação confirmada à Folha pela assessoria do ex-presidente, antes de divulgar a nota, Bolsonaro falou com o ministro Alexandre de Moraes por telefone.