Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Bolsonaro afirma não estar convencido de que lockdown é solução para frear pandemia de Covid-19

Por Agência Rádio 2 – 23/03/2021

 

Presidente Jair Bolsonaro declarou, na segunda-feira, que aceita o lockdown se houver garantia de que a medida acaba com o coronavírus em 30 dias.

A afirmação ocorreu no mesmo dia que um grupo de empresários e banqueiros divulgou uma carta com cobranças por ações mais efetivas no enfrentamento da pandemia.

Bolsonaro falou durante evento de assinatura do decreto que regulamenta o novo Fundeb, o Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica.

O presidente afirmou que está preocupado com a vida dos brasileiros.

E elogiou o trabalho do ministro Eduardo Pazuello, que deixa a pasta da Saúde para o novo titular, Marcelo Queiroga.

O presidente usou como base para contestar o lockdown uma fala do enviado especial da Organização Mundial da Saúde, David Nabarro, de outubro do ano passado.

Naquela ocasião, Nabarro disse que não defende o lockdown como principal meio de controle do vírus.

E justificou a ação como forma de ganhar tempo para reorganização de outras ações, reequilibrar recursos e proteger profissionais de saúde.