Bispo de São Carlos, Dom Luiz Carlos se reúne com Papa Francisco durante visita ao Vaticano

Assessoria de Imprensa da Diocese de São Carlos; Foto: Vatican Media – 29/09/2022

 

Além dele, outros 25 bispos de São Paulo também participaram. Encontro faz parte da Visita ad Limina Apostolorum.

Dom Luiz Carlos, em nome do Episcopado das Províncias Eclesiásticas de Botucatu, Campinas e Ribeirão Preto, louvou a Deus pelo testemunho do Romano Pontífice de Servo dos Servos “na proximidade, no estilo de vida despojado, nas palavras e gestos que anunciam a misericórdia de Deus, nos esforços de diálogos e mediação de conflitos, no fomento da fraternidade na vida social, no empenho para a conservação da Casa Comum e defesa dos pequenos”.

Os 25 bispos das três regiões que integram o grupo do Regional Sul 1, e o padre administrador diocesano de São João da Boa Vista, relataram ao Papa Francisco a realidade eclesial e social das três arquidioceses e 20 dioceses paulistas que, com seus bispos, cumprem, nesta semana, a agenda da Visita Ad Limina Apostolorum.

Numa manhã de partilha, o Papa Francisco recordou as quatro “proximidades” importantes na vida do bispo: a proximidade com Deus na oração; a proximidade entre os bispos no afeto colegial; a proximidade com os padres, colaboradores do ministério episcopal, e a proximidade com todo o povo de Deus.

Confira a carta na integra:

Visita Ad Limina Apostolorum do Regional Sul 1

Amado Papa Francisco, primeiramente, manifesto em nome dos Bispos e do padre Administrador Diocesano aqui presentes, nossa grande alegria por esse encontro, uma gentileza do vosso coração de pastor que nos edifica.

Nesta ocasião, desejamos renovar nossa profissão de fé em Jesus Cristo, Nosso Senhor, perante o sucessor de Pedro, “rocha firme sobre a qual foi edificada a Igreja”, e reafirmar a nossa comunhão no serviço da evangelização com Vossa Santidade, que sob a condução do Espírito Santo, tem descortinado oportunidades para o anúncio do Evangelho em tempos de mudanças e desafios imensos.

Agradecemos a Deus pelo vosso testemunho de “Servo dos Servos” na proximidade, no estilo de vida despojado, nas palavras e gestos que anunciam a misericórdia de Deus, nos esforços de diálogos e mediação de conflitos, no fomento da fraternidade na vida social, no empenho para a conservação da Casa Comum e defesa dos pequenos. Eis algumas atitudes e ações pessoais de Vossa Santidade que emolduram um Pontificado renovador para a Igreja e indicativo para advento de uma nova humanidade fraterna e pacífica, ao transpor as turbulências hodiernas.

Somos provenientes das Províncias Eclesiásticas de Campinas, Botucatu e Ribeirão Preto. As nossas Dioceses estão no centro e norte do Estado de São Paulo, que também abriga o maravilhoso Santuário dedicado à nossa Senhora Aparecida, bem conhecido por Vossa Santidade.

A nossa região é caracterizada por grande dinamismo econômico, mas sobressai o agronegócio, fonte de riqueza que ainda não concilia produção e proteção ambiental, além de oferecer poucos postos de trabalho aos deslocados da terra. A região possui eficiente infraestrutura instalada, a julgar por itens como a malha de transporte, os recursos para o tratamento de saúde, as condições sanitárias, o parque universitário e a tecnologia disponível.

A maioria das pessoas dessa grande área, vive e trabalha nas cidades, sobretudo nas maiores, onde facilmente se percebe a desigualdade que permeia nosso país e as relações sociais. Nesse sentido, às vésperas de eleições majoritárias no Brasil, rezamos intensamente por eleições pacíficas e escolhas de representantes que fortaleçam o processo democrático e promovam condições de vida digna ao povo, em especial dos pobres.

Não obstante a prevalência da vida urbana, nossa gente conserva um rico patrimônio religioso e cultural, e temos a graça de contar com comunidades paroquiais vivas e fiéis participativos, mesmo nas cidades maiores. Todavia, nós Bispos pedimos a graça da conversão pessoal a cada dia, assim como da conversão pastoral e missionária das Dioceses sob nossa responsabilidade, para contribuirmos mais eficazmente para a edificação do Reino.

Nesse sentido, nos esperança a sinodalidade, já em curso com a mobilização expressiva dentre os discípulos e discípulas missionários das nossas comunidades, redesenhando o rosto eclesial com traços profundos e belos, emanados dos ensinamentos de nosso Mestre e Senhor e da prática das primeiras comunidades – a comunhão, a participação e o ardor pela missão. Amado Papa Francisco, nos comprometemos em levar avante esse processo. Reze por nós!

 

Dom Luiz Carlos Dias

Bispo de São Carlos