Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

BC autoriza cobraça de tarifa de pessoa física que receber mais de 30 Pix por mês

Por Milena Abreu, da Agência Radio 2

 

Diferente o que estava sendo anunciado, o PIX, novo sistema de pagamentos instantâneos que entra em operação já esta semana para um grupo selecionado de clientes, em fase de testes, não vai ser totalmente gratuito para pessoas físicas.  

O Banco Central autorizou a cobrança de taxa para quem receber mais de 30 Pix por mês.  

Ou seja, o Pix será totalmente gratuito para quem receberem até 30 pagamentos do tipo mensalmente. Caso esse número seja maior, o BC entende que pode configurar uso comercial do sistema e, nesse caso, caberá a cada instituição financeira cobrar tarifas sobre as transações. 

Lembrando que pessoas jurídicas poderão ser tarifadas pelos bancos e as instituições financeiras pagarão ao Banco Central tarifa de 1 centavo a cada 10 transações realizadas pelo PIX – a título, segundo BC, de recuperação de custos operacionais.