Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Auxílio emergencial deve ficar entre R$ 175 e R$ 375 diz ministro da Economia

Valor médio do novo auxílio emergencial será de R$ 250 cada parcela.

O benefício, que será pago a pessoas em situação de vulnerabilidade social, deve ficar entre 175 e 350 reais.

A variação será de acordo com a condição de cada família, conforme explicou o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Na prática, a maior parte das pessoas receberá 250 REAIS, por exemplo, quando a família for comandada por um casal.

Se a mulher for chefe de família sozinha – a chamada família monoparental – receberá 375 REAIS.

Já se for o caso de um homem sozinho, o benefício será de 175 REAIS.

A Proposta de Emenda à Constituição, que permitirá nova rodada do benefício, foi aprovada na semana passada pelo Senado, mas ainda deve ter aprovação da Câmara.

A previsão é que seja votada nesta quarta-feira.

O formato será definido pelo Ministério da Cidadania e, diferente dos pagamentos em 2020, apenas uma pessoa da família deve ser contemplada.

No ano passado, até duas pessoas podiam receber.

Quem estava na lista em dezembro deve ter direito ao novo benefício, desde que não tenha conseguido emprego formal ou esteja recebendo outro tipo de auxílio previdenciário, assistencial ou trabalhista.

O benefício custará até 44 BILHÕES DE REAIS aos cofres públicos.

Colabore com a Rádio Diocesana, seja um Amigo da Rádio. Entre em contato no fone (16) 3362-4485 ou pelas nossas Redes Sociais.