Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Arthur Zanetti e Caio Souza caem e se despedem de Tóquio sem medalha; Rebeca Andrade termina o solo em 5º

Por Agência Rádio 2 – 02/08/2021

 

Não deu pódio para nenhum dos brasileiros que disputaram finais na ginástica em Tóquio no comecinho da manhã desta segunda-feira, considerando o horário de Brasília.  

O primeiro brasileiro a entrar no ginásio foi Arthur Zanetti, tentando sua terceira medalha olímpica consecutiva nas argolas.  

Mas não deu. O ginasta, de 31 anos, faz série corajosa, mas errou na saída, ao arriscar um triplo mortal grupado. Perdeu o equilíbrio na chegada ao solo. 

O chinês Liu Yang, de 26 anos, ficou com o ouro da modalidade. Outro chinês e um ginastas grego completaram o pódio.  

Rebeca Andrade, que ganhou prata no individual geral e ouro no salto, disputou as finais do solo, em um nível muito elevado. 

Qualquer pequeno deslize podia definir medalha. A gigante Rebeca deu mais um show ao som de Baile de Favela, mas um passo para fora do tablado na chegada da primeira acrobacia a fez perder pontos e ela acabou na quinta posição.  

A americana Jade Carey ficou com o ouro, a italiana Vanessa Ferrari conseguiu a prata e a japonesa Mai Murakami e a russa Angelina Melnikova empataram na terceira posição e dividiram o bronze.  

O último brasileiro a entrar no ginásio olímpico para disputar medalha nesta segunda foi Caio Souza.  

Aos 27 anos, foi bem no primeiro salto, mas sofreu uma queda no segundo e se despediu das Olimpíadas de Tóquio na oitava posição.  

Vale destacar que Caiu não estava 100%. Ele tinha machucado o pé na decisão do individual geral e quase não disputou as finais nesta segunda; mesmo com dores, decidiu tentar.  

Foi bonito e valeu demais, Caio! 

E uma última notícia de destaque sobre a ginástica. A Confederação de Ginástica dos Estados Unidos anunciou em suas redes sociais que Simone Biles, que desistiu de todas as finais em Tóquio, até aqui, para cuidar da saúde mental, vai competir na trave amanhã. 

Na última prova da ginástica artística feminina, Biles terá a brasileira Flávia Saraiva como uma das adversárias 

A prova acontece na próxima terça-feira, a partir das 5h50, pelo horário de Brasília.