Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Armas de fogo causam a maioria dos homicídios no País

Por Sig Eikmeier da Agência Rádio 2

 

Pelo menos 70 por cento dos homicídios ocorridos no Brasil são provocados por armas de fogo.

De acordo com o DataSUS, o departamento de informática do Sistema Único de Saúde, em 2018, os disparos de revólver causaram 41 mil 179 mortes.

O número equivale a 73 por cento dos 55 mil 914 assassinatos registrados naquele ano.

Resultados preliminares, referentes a 2019, apontam que dos cerca de 43 mil homicídios, mais de 30 mil foram provocados por armas de fogo.

Levantamento do DataSUS revela que de 1990 a 2004, ocorreram 597 mil 940 homicídios no Brasil.

Desse total, 374 mil e 54 foram consequência de disparos de revólveres, pistolas ou outros artefatos similares.

O número aumentou desde outubro de 2005, quando os brasileiros foram às urnas para decidir se o comércio de armas de fogo e munição deveria ser proibido para a população.

No referendo, mais de 59 milhões de cidadãos votaram contra a restrição.

Os dados mostram que nos últimos 15 anos, dos cerca de 800 mil homicídios ocorridos no País, 570 mil foram causados com o uso de armas de fogo.

Em entrevista ao Correio Braziliense, o vice-presidente da Comissão de Segurança Pública da Ordem dos Advogados do Brasil do Espírito Santo, Roberto Darós, diz acreditar que o mercado legal de armas aumenta a criminalidade.

Na avaliação do especialista, a disseminação de armas pela sociedade fragiliza a atividade policial preventiva de patrulhamento e contribui para o crescimento das ocorrências de atos criminosos.