Apenas serviços essenciais poderão funcionar à noite e em fins de semana com reclassificação de São Paulo

Por Agência Rádio 2 – 25/01/2021

 

Estado de São Paulo passa a ter classificação mista a partir de segunda-feira, 25 de janeiro, até 7 de fevereiro.

As medidas mais restritivas – fase vermelha – valem nos dias de semana, das 20h ás 06h, e nos finais de semana.

Apenas comércios como padarias, mercados, farmácias, açougues, postos de combustíveis e bancos podem abrir durante a noite e aos sábados e domingos.

Bares e restaurantes somente para serviço delivery. Shoppings e o comércio devem ficar fechados ao público.

Assim como parques estaduais, cinema e teatros.

Durante a semana, as cidades devem respeitar as regras das fases de restrição em que se encontram.

As novas medidas anunciadas pelo governador João Doria também alteraram a classificação de seis regiões do estado, que voltaram para a fase vermelha.

Franca, Presidente Prudente, Barretos, Bauru, Sorocaba e Taubaté. Marília permanece na fase mais restritiva.

As demais regiões do estado – são 10, inclusive a capital e Grande São Paulo, ficam na fase laranja, a segunda para controle da pandemia.

Nessa etapa, o comércio pode funcionar durante o dia apenas de segunda a sexta. O mesmo vale para parques, salões de beleza e academias.

Mas o atendimento presencial em bares continua proibido.

O retrocesso na flexibilização levou em conta o aumento do número de casos de Covid-19.

Segundo Doria, serão necessárias para reforçar o sistema de saúde e garantir atendimento à população.

Nos últimos 45 dias, a disseminação do novo coronavírus avançou no mesmo patamar do pico da pandemia, com índices iguais os registrados em cinco meses – de março a agosto.

Houve aumento de 79% no número de contaminações, 25% de internações e 96% mais mortes, de acordo com a Secretarial Estadual de Saúde.