Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Anvisa alerta sobre casos raros de Guillain-Barré após vacina, mas mantém recomendação para imunização

Por Agência Brasil – 30/07/2021

 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária emitiu um alerta, nesta semana, sobre casos raros  da síndrome de Guillain-Barré registrados em pessoas que se vacinaram contra a Covid-19.

Segundo a Anvisa, até o momento, 27 notificações de casos suspeitos da doença foram feitas no Brasil em pacientes que tomaram o imunizante da AstraZeneca, três casos estão sendo investigados em pessoas que tomaram a vacina da Janssen e outros quatro seriam relacionados à imunização com CoronaVac, totalizando 34 registros.

A síndrome de Guillain-Barré é um distúrbio neurológico autoimune raro, no qual o sistema imunológico danifica as células nervosas, mas a maioria das pessoas se recupera totalmente do distúrbio, quando ele é tratado.

Apesar de ter feito o alerta, a Anvisa mantém a recomendação pela continuidade da vacinação, uma vez que os benefícios das vacinas contra o coronavírus superam os riscos.

Além disso orienta que pessoas vacinadas devem procurar atendimento médico imediato se desenvolverem sinais e sintomas sugestivos da síndrome, como sensação de dormência ou queimação nos pés, nas pernas, nos braços e nas mãos, fraqueza que aumenta com o passar do tempo, visão dupla ou dificuldade em mover os olhos r dificuldade de engolir, falar ou mastigar.