Anticorpos contra o novo coronavírus são detectados em leite materno de mulheres vacinadas

Por Agência Rádio 2 – 11/06/2021

 

Anticorpos contra o novo coronavírus foram detectados no leite materno de mulheres que amamentam e foram imunizadas com a vacina CoronaVac.

Estudo feito pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo constatou que em metade dos casos, os anticorpos permaneceram no leite durante quatro meses.

A pesquisa foi desenvolvida com 20 voluntárias vacinadas após o período puérpero, ou seja, mães que já tinham retornado ao trabalho.

Elas foram vacinadas entre janeiro e fevereiro.

Segundo os pesquisadores, as amostras foram coletadas antes e depois da aplicação da primeira e segunda dose.

E também quatro meses após a imunização, num total de NOVE amostras.

Das 20 voluntárias, 16 não tinham anticorpos anteriormente.

Após receber a primeira dose, as 16 mães apresentaram altos níveis de imunoglobulina IgA, específica para o coronavírus.

A maior concentração ocorreu após seis semanas da vacinação, período que coincide com a segunda dose.

A idade média das mães é de 35 anos e o tempo de amamentação de cerca de 11 meses.

Os cientistas não podem afirmar que os bebês amamentados estão protegidos, mas consideram que o estudo confirma a segurança da CoronaVac para esse grupo, por ser um imunizante produzido com vírus inativo.