Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Aneel autoriza reajustes e conta de energia elétrica vai ficar mais cara para mais de 19 milhões de consumidores

Por Agência Rádio 2 – 26/04/2021

 

A Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou reajustes nas tarifas dos consumidores de diversas regiões do País.

Para os consumidores residenciais do Estado de São Paulo, atendidos em baixa tensão pela CPFL Paulista, a conta vai fica, em média, 8,64% mais cara.

Já as tarifas de baixa tensão da Energisa vão ficar 8,27% mais caras para consumidores do Mato Grosso do Sul e o reajuste será de  8,34% no Mato Grosso.

A Aneel também autorizou reajustes das tarifas praticadas pelas concessionárias que fornecem energia na Bahia, no Rio Grande do Norte, no Ceará e em Sergipe.

A Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia, a Coelba, passa a cobrar 7,82% a mais pela energia de baixa tensão; os consumidores da Companhia Energética do Rio Grande do Norte pagarão 8,27% a mais.

No Ceará, a conta da Enel fica 8,54% mais cara, índice ligeiramente inferior ao reajuste autorizado para a Energisa do Sergipe, que é de 8,66%.

As companhias ficam autorizadas a elevar também a cobrança dos consumidores industriais, atendidos com alta tensão. Para eles, os índices de reajustes autorizados são um pouco superiores aos que serão praticados em relação ao fornecimento de baixa tensão.

Juntas, as sete companhias fornecedoras de energia aqui citadas atendem mais de 19 milhões e 200 mil unidades consumidoras.

Colabore com a Rádio Diocesana, seja um Amigo da Rádio. Entre em contato no fone (16) 3362-4485 ou pelas nossas Redes Sociais.