Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp

Aluguéis podem ter novo indicador para servir de referência nos contratos

Por Agência Rádio 2 – 06/04/2021

 

Fundação Getúlio Vargas, a FGV, estuda um novo indicador para os alugueis de imóveis.

A ideia é substituir o Índice Geral de Preços-Mercado, o IGP-M, que hoje é bastante utilizado na base de cálculo dos contratos.

Com a pandemia de Covid-19 e a desvalorização cambial, o IGP-M acumula 31 vírgula 12 por cento de alta em doze meses, concluídos em março.

Em entrevista ao Estadão conteúdo, o economista e professor da FGV Paulo Picchetti disse que a fundação está na fase preliminar de estudos para encontrar parceiros e metodologia para um novo índice de alugueis.

Mas ainda não existe uma data definida para a criação do indicador.

Ele reforça, no entanto, que a lei não exige o uso do IGP-M para corrigir os contratos e, da mesma forma, a utilização do novo índice não será obrigatória.